Queluz realiza a primeira edição da Festa do Porco, Doce e Artesanato.

Aconteceu nesse último final de semana em Queluz (22, 23 e 24), a primeira edição da Festa do Porco, Doce e Artesanato, onde reuniu a boa gastronomia do vale, doces variados e artesanatos em biscuit, gesso, MDF, feltro entre outros materiais.

Foram três dias de festa que animou todos os visitantes e queluzenses que prestigiaram o evento.

A programação da festa ficou por conta dos músicos Belato e Bueno, Régis e Banda, Sulamita Caetano e DJ Lucas Cherem, apresentação de jongo, capoeira e o coral Santa Cecília diversificaram a primeira noite da festa.

Em conjunto com a festa, aconteceu o 20º encontro de capoeira, um trabalho intermunicipal que contou com união de três cidades, São José do Barreiro, Areias e Queluz. Tendo nosso município como sede da formatura, um evento que tem o intuito de reconhecer os que iniciam a modalidade e realizar a troca de corda daquele que já fazem parte, esse encontro acontece para incentivar e valorizar os esforços dos alunos, comenta o Mestre Vaqueiro (vulgo “Cidinho”), que agradece a presença dos demais mestres presentes.

No domingo aconteceu o grande almoço, onde foram servidos diversos pratos com porco e seus derivados, no cardápio os pratos que mais se destacavam eram: paella de porco, joelho de porco, feijão tropeiro e leitoa com arroz.

Essa festa visa valorizar a culinária regional e os trabalhos desenvolvidos no artesanato em Queluz.

Cláudia Nogueira que almoçou com a família na festa comentou que a comida estava muito saborosa e parabeniza todos os cozinheiros, e aproveitou para elogiar os artesanatos.